Missão

Disseminar o saber, formando profissionais críticos, investigativos, com formação humanística e visão interdisciplinar capazes de identificar as principais questões de sua área, apontando, de forma eficaz, soluções. Compromissada com a pesquisa e extensão, com a produção e disseminação de conhecimentos, visando contribuir para o desenvolvimento nacional auto-sustentado.

 

Princípios

Visão holística do ser humano: à Instituição não cabe apenas possibilitar o desenvolvimento de habilidades e competências requeridas para o exercício profissional em qualquer área. A base do profissional é o ser humano e o cidadão, consciente de si e do contexto em que vive, capaz de manter uma postura ética e crítica em relação a esse contexto;

Educar para a cooperação dos indivíduos entre si: ao educar para a cooperação dos indivíduos entre si e com o mundo, estaremos criando um ambiente propício para o desenvolvimento das diferentes formas de manifestação cultural, fomentando igualmente a ideia de que os interesses coletivos se sobrepõem aos interesses individuais.

Construção de discussão, de pesquisa e socialização do conhecimento: o ambiente universitário é foco de discussão e de pesquisa, de onde brotam novos conhecimentos e se fomentam questões que permitem um permanente diálogo entre realidade e informação, visando à adequação permanente desta às contínuas mudanças que se processam em todos os setores da vida social;

Função social da educação: acreditamos que a educação, como fomentadora da ética, da crítica e do espírito de cooperação, é elemento fundamental na denúncia das injustiças, na proposição de soluções para os problemas sociais e na construção de relações mais fraternas;

Ensino pautado em uma perspectiva humanística: trata-se do princípio norteador dos demais, pois é exatamente em vista dessa dignidade que a UNIDA propõe um ensino de respeito à dignidade humana. A educação deve propiciar o desenvolvimento das potencialidades de cada um para que, sendo o melhor que possa ser, colabore também para que todos possam ter a mesma oportunidade de desenvolvimento;

Respeito à dignidade que se deve a qualquer ser humano: se admitirmos a dignidade de cada pessoa, não se pode tolerar qualquer forma de discriminação. Uma educação pautada numa perspectiva humanística deve denunciar as atitudes discriminatórias para que todos, independente de cor, nacionalidade, credo, gênero ou opção sexual, tenham a oportunidade de desenvolver-se e estar inseridos na sociedade e tratados com o respeito e a dignidade que se deve a qualquer ser humano;

Defesa da pluralidade permite a construção de um ambiente democrático: sistemas totalitários envidam todos os esforços para impedir que este princípio se efetive, pois os diferentes pontos de vista incitam ao debate e à reflexão, enquanto que os modelos políticos de dominação se mantêm através da adesão forçada ou persuadida a ideias e concepções estabelecidas por uma única pessoa ou grupo. Garante também uma contínua revisão de conceitos e posições, o que possibilita lidar de modo mais efetivo com um mundo em constante mudança;

Respeitar os princípios éticos que norteiam a vida social: liberdade de aprender, ensinar, pesquisar e divulgar o pensamento, a arte e o saber. Defender esse direito é parte das ações voltadas ao desenvolvimento social, que não se faz sem o desenvolvimento intelectual e moral dos indivíduos;

Princípios que norteiam a prática da democracia em qualquer âmbito: razoabilidade e equidade devem ser os guias de todos os que exercem qualquer tipo de autoridade, para que ela seja exercida sempre com vistas ao bem comum, assim como às relações baseadas na cooperação e no respeito mútuo;

Gestão democrática e unidade administrativa: democracia não significa ausência de unidade e de consenso, antes a pressupõe. No entanto, esse consenso e essa unidade devem ser buscados na clareza e transparência dos objetivos e procedimentos que deem a todos a certeza de que os interesses coletivos estão norteando o processo;

Compromisso com o seu desenvolvimento comunitário: inserida na comunidade da qual faz parte, a Instituição deve estar comprometida com o seu desenvolvimento, buscando atuar no seu meio através de projetos de pesquisa e extensão, que propiciem um melhor conhecimento da sua realidade e apontem alternativas de mudanças onde for necessário e de incremento de suas potencialidades;

Valorizar o profissional, dando-lhe as condições adequadas de trabalho: a Instituição é construída no dia a dia através do trabalho de diferentes setores e pessoas que, cada qual na sua especificidade, contribui para a consecução dos propósitos e da missão institucional;

Qualidade do ensino: É essa qualidade que garantirá a formação humana e profissional que a missão institucional propõe. Sua melhoria contínua é condição indispensável para a consolidação e crescimento da Instituição, sendo, portanto, o escopo de todo o esforço empreendido.

CLIQUE NO BOTÃO AO LADO E FIQUE POR DENTRO DE NOSSAS NOVIDADES

Estude em uma das melhores Faculdades de Teologia do Brasil e a melhor do Espírito Santo.

Últimas do Instagram

Localização